Policiais civis que frustraram assalto a banco no Pará foram homenageados pelo Governo

GOVERNADOR HELDER BARBALHO CONDECORA POLICIAIS CIVIS. FOTO: JOEL LOBATO (ASCOM PCPA)

Quarenta e cinco policiais civis receberam uma homenagem do governador Helder Barbalho na tarde desta quarta-feira (6), no Palácio do Governo. Os agentes participaram da operação “Ares”, desencadeada na manhã de terça (5) na cidade de Acará, no nordeste paraense.

A ação frustrou o que seria uma tentativa de assalto a uma agência bancária e resultou na morte de sete suspeitos, que trocaram tiros com os policiais em uma área da zona rural do município.

A antecipação dos policiais foi possível por conta de um trabalho de investigação e de inteligência, que perdurou por cerca de dez dias e contou com várias equipes, de diferentes divisões da Polícia Civil (PC).

O delegado-geral Alberto Teixeira destacou a importância do reconhecimento por parte da sociedade e do Governo do Estado ao trabalho desenvolvido pela PC e demais instituições policiais, que diuturnamente acompanham e monitoram a ação de quadrilhas como esta.

“Em todo tempo que tenho de policial, 27 anos, nunca tive a oportunidade de participar de um momento tão especial como esse, em que policiais civis são homenageados pelos serviços prestados com bravura à sociedade paraense. O povo do Pará pode ter a certeza de que a Polícia Civil do Estado está do seu lado”, pontuou. O secretário de Estado de Segurança Pública, Uálame Machado, parabenizou os agentes pelo êxito da operação e reiterou que todo o trabalho de repressão que seja feito dentro da legalidade e com o objetivo de ajudar a reduzir os índices de criminalidade no Pará terá o apoio e o suporte do Estado. “Atos de bravura, de heroísmo e com vistas ao interesse público serão sempre reconhecidos, pois sabemos da dificuldade e do risco que é enfrentar a criminalidade”, frisou Machado.

O governador Helder Barbalho fez um agradecimento especial aos diferentes setores da Polícia Civil envolvidos nesse caso, que são a Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR); a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO); a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) e o Grupo de Pronto Emprego (GPE), e reafirmou o compromisso de combater os índices de criminalidade do Estado com responsabilidade e presença.

“O Governo do Estado está atento na busca da pacificação em cada comunidade, localidade e município deste Estado. Esta operação é uma demonstração da qualidade, da competência e, acima de tudo, da compreensão de algumas premissas fundamentais do nosso trabalho daqui pra frente, como o processo de inteligência e de investigação, para que, de maneira preventiva, possamos agir para evitar ações absolutamente danosas a nossa sociedade”, salientou.

Também participaram da solenidade o vice-governador do Estado, Lúcio Vale; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior; o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hayman Souza; o deputado estadual delegado Lenildo Mendes, conhecido como Caveira; os vereadores de Belém, sargento Silvano Oliveira e Pablo Farah; o chefe da Casa Militar da Governadoria, coronel Costa Júnior; o secretário de Estado de Justiça, Rogério Barra; o secretário Extraordinário de Cidadania, Ricardo Balestreri; o presidente do Banpará, Braselino Assunção, e o juiz da Comarca de Igarapé-Miri, Cristiano Gomes.

Fonte: Agência Pará/Governo do Estado

SEM COMENTÁRIO