PolíciaXinguara

Policiais do 17º BPM são condecorados por ato de bravura

Por Roserval Ramos

Wellington Flávio Palheta da Cruz, Utiele dos Santos Lima e Silvio Costa Lima (Fotos: Roserval Ramos
Wellington Flávio Palheta da Cruz, Utiele dos Santos Lima e Silvio Costa Lima (Fotos: Roserval Ramos)

Os policiais militares do 17º BMP, lotados no destacamento da Cidade de Rio Maria sudeste do Pará, 3º sargento Silvio Costa Lima, soldados Utiele dos Santos Lima, Wellington Flávio Palheta da Cruz e Josué Soares Torres da Silva Júnior, foram condecorados por ato de bravura.

Em maio de 2013, Mazinho Pereira da Silva, que se encontrava preso na Delegacia de Polícia Civil daquela Cidade, tentou suicídio por enforcamento com fio de eletricidade. Os policiais militares foram acionados pela autoridade policia que se encontrava de plantão, ao chegarem à unidade policial, os PMs se deparam com Mazinho dentro da cela, praticamente sem vida pendurado com um fio elétrico em seu pescoço, com bravura eles entram em ação e com os procedimentos corretos de primeiros socorros, consegui reanimar o preso, em seguida encaminhou Mazinho ao Hospital Municipal da Cidade na Viatura.

As entidades constituídas da Cidade de Rio Maria, se comoveram com o ato de bravura dos policiais, passaram então a analisar a ocorrência inusitada, onde os PMs, arriscaram suas vidadas para salvar o preso.

cA promoção dos combatentes se deu através de decreto, onde o Governador Simão Jatene, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 21 do decreto 4.242, de 22 de janeiro de 1986, que regulamenta a Lei Estadual 5.250, de 29 de julho de 1985 (Lei de Promoção de Praça). Decretou a promoção por ato de bravura, a graduação de 2º Sargento Silvio Costa Lima e a graduação de Cabo para os Soldados Utiele dos Santos Lima, Wellington Flávio Palheta da Cruz e Josué Soares Torres da Silva Júnior.

A solenidade de condecoração aconteceu na manhã dessa quinta-feira 02 de julho no auditório da Associação Comercial de Xinguara, em seguida foi servido um almoço no Clube dos Cabos e Soldados, para familiares e convidados dos policiais.

Estiveram presente no evento o promotor de justiça Ramon Furtado, os Juízes Danilo Gonçalves Fernandes e Arnaldo José Pedrosa Gomes, o comandante do 17° Tenente Coronel João Luiz, o comandante do CPR 5, Tenente Coronel José Sardinha de Oliveira Junior e autoridades municipais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo