Racismo

Policial Militar de Rio Maria foi vitima de racismo

No final de semana passado uma guarnição da Polícia Militar da cidade de Rio Maria que fica na região sul do Estado do Pará foi acionada para atender uma ocorrência no Parque de Vaquejada da cidade, onde foram informados que um homem estava causando desordens, chegando ao local os policiais encontraram o senhor Genival Ferreira da Silva, bastante alterados.

Genival Ferreira aos ser abordado pelos policiais começou a desacatar a guarnição, por um dos militares ser negro o acusado passou a destratar o policial em sua função. O acusado proferiu as seguintes palavras ao militar, negro macaco, negros não são gente e outras palavras de baixo calão, além do racismo ouve também desacato. Genival recebeu voz de prisão e após ser preso foi apresentado na delegacia daquela cidade, o delegado José Orimaldo que estava de plantão lavrou o alto flagrancial e encaminhamos ao poder Judiciário e agora Genival esta a disposição da Justiça. O acusado está recolhido em uma das selas da delegacia de Xinguara pelo motivo da delegacia de Rio Maria estar passando por reformas.

O delegado disse que o crime de racismo é inafiançável, por tanto Genival Ferreira vai continuar a disposição do Juiz da Comarca de Rio Maria. José Orimldo disse ainda, que mesmo com tantas campanhas contra atos de racismo as pessoas não tomam como exemplo, para o delegado o racismo só vai acabar se as pessoas que se sentirem ofendidos procurar a Justiça e denunciar como o policial fez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo