JustiçaNotíciasPolícia

Polinter cumpre mandado de prisão de criminosos foragidos há 20 anos

Dupla é acusada de falsificar diplomas de 2ª grau da Secretaria de Educação do Estado do Pará

A equipe do Serviço de Polícia Interestadual (Polinter) deu cumprimento ao mandado de prisão emitido pela 8ª Vara Criminal de Belém, em desfavor a João Manoel Gomes da Gama e Luis Cláudio Jaime Gomes. A sentença condenatória pelo crime de falsificação de documentos públicos foi expedida em fevereiro deste ano. Cada um foi condenado a 9 anos e 7 meses. A ação policial aconteceu na manhã desta terça-feira (10), em razão do crime cometido há mais de 20 anos.

Em maio de 1999, Luis Claudio e João Manoel foram presos preventivamente pela Divisão de Investigação e Operações Especiais, e posteriormente liberados. Eles são acusados de falsificarem diplomas de 2ª grau da Secretaria de Educação do Estado do Pará.

À época, durante a ação policial na casa de Luis Claudio e João Manoel, foram apreendidos vários materiais que caracterizavam o crime. Entre os objetos estava uma máquina de datilografar, os diplomas, carimbos e certificados em branco.

“Eles eram considerados como foragidos da justiça. A Polinter intensificou as diligências, pesquisas e levantamentos em campo e na manhã de hoje, as equipes realizaram uma operação para dar cumprimento às ordens judiciais, resultando nas prisões dos acusados os quais já se encontram a disposição da justiça”, explicou o delegado Elói Fernandes, titular do Polinter.

Agencia Pará

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar