Homicidio

Por ciúmes mulher mata companheira e filhos a golpes de machado em Cumaru do Norte

Mulher comete chacina após passar o dia bebendo com a companheira que havia conhecido na cadeia e convivia há mais de cinco anos.

Acusada presa
Acusada presa

Uma chacina ocorrida na madrugada da última segunda-feira (15) abalou a comunidade de Cumaru do Norte, no sul do Pará. A garimpeira Joana D’arc de Farias, 48 anos, assassinou de forma bárbara com golpes de machado e enforcamento Rosilene dos Santos, 37 anos, Leonardo Santos de Araújo, 9 anos e a pequena Amanda Vitória Vieira, de apenas um ano e oito meses de idade.

A chacina ocorreu por volta das 3 horas da madrugada na localidade conhecida como Projeto Cumaru, distante a cerca de 30 Km da cidade de Cumaru do Norte. De acordo com o relato da acusada, o crime teria ocorrido por causa de brigas e ciúmes de Rosilene que vivia maritalmente a cerca de 5 anos com a

Joana D´arc acusada
Joana D’arc acusada

homicida. De acordo com a acusada as duas se conheceram e passaram a conviver juntas dentro do Presidio de Redenção, onde Joana D’arc, cumpria pena por homicídio por ter assassinado o companheiro a golpes de picareta e Rosilene, pela acusação de tráfico de drogas. Depois que as duas saíram do CRR, foi morar de  forma  maritalmente na cidade de Cumaru do Norte. (Texto e Fotos: Dinho Santos)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo