Polícia

Preso homem acusado de ser o mandante da chacina que teve um saldo de quatro jovens em Marabá

A Polícia prendeu o acusado de ser o mandante da chacina do Bairro da Paz, em Marabá no sul do Pará, onde foram mortos quatro jovens. O acusado é, Cláudio Emanuel Neves Ramos, o “Claudinho CV”, ele é tido pelas autoridades como um criminoso de alta periculosidade. Claudinho CV, já responde a um crime de roubo majorado.

Em 2021, CV praticou um assalto a mão armada contra quatro pessoas na Nova Marabá, com ele estava dois comparsas no dia do assalto. Ele nega na Justiça a acusação, mas foi reconhecido por uma das vítimas ainda em situação de flagrante. Além de assaltar as vítimas, nas proximidades da praça da Folha 16, ele ainda agrediu fisicamente uma delas.

Não é só isso, Claudinho CV, agora preso, responde um homicídio. Ele é apontado como autor do assassinato de Jholzerf William Farias da Silva, o Jholzinho, de 23 anos, crime ocorrido em outubro de 2018. Jholzinho estava sentado próximo de sua residência, na Rua Magalhães Barata, Marabá Pioneira, quando os pistoleiros chegaram em um táxi que havia sido roubado minutos antes, os atiradores, atiraram de dentro do carro mesmo. “Claudinho CV” chegou a ser preso um ano depois, mas foi solto.

Na época do assassinato, o delegado Ivan Pinto da Silva, então titular do Departamento de Homicídios, explicou que Jholzinho foi morto provavelmente porque era simpatizante do PCC. “Acreditamos que grupos rivais tenham matado o Jholzerf”, afirmou o policial na época. Ou seja, já faz mais de cinco anos que Claudinho CV, vinha atuando no crime organizado.

Agora, ele foi autuado em flagrante por associação para o tráfico de drogas e responderá também por mais quatro homicídios, desta vez na condição de mandante.

Com informações do Correio de Carajás

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo