Estupro

Presos dois suspeitos de matar e estuprar criança

Felipe Gomes é suspeito de ter participado o estupro e morte da menina de 7 anos. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Felipe Gomes é suspeito de ter participado o
estupro e morte da menina de 7 anos. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Dois homens suspeitos da autoria do estupro e morte de uma menina de 7 anos, em Curuçá, nordeste do Pará, foram presos pela Polícia Civil. Cleiton José Pinheiro Ferreira foi preso neste sábado (02) e Felipe Conceição Gomes, foi detido na tarde de sexta-feira (1º).

Os dois foram detidos depois que indícios apontaram para o envolvimento deles no crime, que gerou comoção no município.

A vítima foi encontrada morta, em uma área rural, na comunidade de Vila Caju, a 200 metros da casa da menina. O corpo estava despido, com perfuração no pescoço e sinais de violência sexual.

Conforme o delegado Luís Xavier, titular da Superintendência, a menina foi encontrada morta pela manhã de sexta-feira (1º). Ao lado do corpo, foram encontrados um boné e uma garrafa de cachaça.

Após relatos de testemunhas, os policiais civis chegaram, por volta de 17 horas de ontem, ao primeiro preso. Felipe Gomes foi reconhecido por testemunhas. Na casa dele, havia outra garrafa de cachaça idêntica à encontrada no local do crime.

Após levantamento, a polícia identificou que Felipe Gomes já tem antecedentes criminais por crime de estupro e é suspeito da autoria de, pelo menos, quatro crimes, entre estupro e tentativas de estupro. Em depoimento, o preso nega a autoria da morte da menina.

No decorrer das investigações, os policiais civis prenderam outro suspeito. Em depoimento, Cleiton Ferreira confessou a autoria do crime. O preso já responde a processo criminal por estupro no estado do Maranhão. Conforme o delegado Gabriel Oliveira, da Delegacia de Curuçá, responsável pelo inquérito policial, o boné apreendido no local do crime pertence à Cleiton.

No momento da prisão dele, os policiais apreenderam um facão, do tipo terçado, que pode ter sido usada no crime. As roupas usadas pelo suspeito, juntamente com os outros objetos apreendidos foram encaminhados ao Centro de Perícias Científicas, em Castanhal, para passar por perícia criminal.

A equipe policial vai aguardar os laudos periciais. Enquanto isso, as investigações do crime prosseguem.

(DOL com informações da Polícia Civil)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo