Greve

Professores de Xinguara vão ao extremo e faz greve de fome

DSC_0007 [1600x1200]Os profissionais em educação de Xinguara que estão em greve há 50 dias resolveram nesta segunda-feira 02/06/14, chamar atenção das autoridades maior do Estado do Pará. Para que os grevistas tenham suas reivindicações atendidas, eles deliberaram greve de fome, oito professores estão acampados em frente o prédio do Ministério Público de Xinguara, e só vão comer, segundo eles depois que a classe for atendida pela Corregedoria do Ministério Público, pelo Ministério Público Federal do Trabalho para que possam intermediar uma negociação entre o SINTEPP – Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará e a Prefeitura Municipal de Xinguara.

DSC_0005 [1600x1200]Os grevistas além de querer discutir a questão do reajuste salarial, querem também a garantia de que não aconteça represaria contra os profissionais, como: Corte de pontos, redução de carga horária, substituição dos grevistas por contratados, ameaças ou processo administrativo contra nem um dos que aderiram o movimento grevista.

Os oito profissionais que se dispuseram a entrar em greve de fome, estão disposto há permanecer o tempo que for necessário para que sejam atendidos pelos órgãos citados. Eles estão ingerindo apenas água e água de coco, a maior preocupação no momento é com a saúde desses profissionais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo