Redenção/ Acusado de ser o mandante e o executor do personal trainer está no presidio

Cícero acusado de ter sido o pistoleiro que matou Tharlys Santana
Cícero acusado de ter sido o pistoleiro que matou Tharlys Santana

Foi apresentado pela policia civil de redenção o indivíduo Cícero Cardoso Nascimento, como principal acusado de ter participado do assassinato do personal trainer, Tharlys Silva Santana de 28 anos.

Segundo as investigações da policia, Cícero foi o autor dos disparos que tirou a vida do instrutor de academia, o outro acusado de participação do crime foi identificado como José Carlos, este continua foragido.

O criminoso foi preso em redenção no mesmo dia do crime por uma equipe policial comandada pelo delegado Antônio Miranda. Na hora da prisão Cícero portava um revolver calibre 38 municiado, que teria sido usado no homicídio. Ainda de acordo com a Polícia ao ser preso, Cícero confessou participação no crime.

A investigação minuciosa feita pela equipe do delegado Antônio Miranda, chegou ao motivo e aos envolvidos no crime.

Segundo a Polícia, o crime foi passional, motivado por ciúmes, a vitima teria envolvimento amoroso com a mulher do suposto mandante do assassinato, o empresário e fazendeiro, Carlos José Campos Solto, 46 anos, transferido nesta segunda-feira (28) de outubro para o presidio de redenção.

As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz de Xinguara, José Edmilson. (Texto Luiz Pereira com informações da Policia Civil).

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA