Polícia

Redenção/ Ex- Colunista Cleber Gonçalves é preso acusado de estupro de vulnerável

Cleber [640x480]Cumprindo um mandado de prisão preventiva solicitado pela delegada Gláucia Cristo e acatado pelo Juiz Haroldo da Fonseca, uma equipe de investigadores da Polícia Civil de Redenção prendeu na tarde da última segunda-feira (03), o ex-colunista social Cléber Gonçalves, acusado de estupro de vulnerável com uma menina de apenas oito anos de idade.

O caso vinha sendo investigado de forma sigilosa pela delegada Gláucia Cristo que após colher o depoimento da criança solicitou a prisão preventiva do acusado o que foi atendida pela justiça de Redenção.

De acordo com a delegada, Cléber, que também já trabalhou como agente penitenciário no Centro de Recuperação de Redenção (CRR) teria praticado atos libidinosos com a criança, depois de tê-la atraído com dinheiro e presentes. A criança reside no conjunto de casas de aluguel que pertence à família Cléber, fruto da herança deixada pelo pai, o advogado Vander Gonçalves, que foi assassinado na Avenida Brasil em um crime passional.

Cléber teria passado a mão nas partes íntimas da criança e também obrigou a criança a tocar no membro sexual dele. Ainda de acordo com a delegada Gláucia, a criança contou com riquezas de detalhes tudo o que o acusado fez nela. A criança repetiu tudo o disse na frente de uma psicóloga, que segundo a delegada, não teve dúvidas de que ouve o estupro de vulnerável.

Negou: Para a imprensa, o ex-colunista, que ultimamente estava trabalhando com excursão para outros estados, negou as acusações e disse que estava sendo vítima de uma ‘casinha’ armada pelo pai da criança que residia no conjunto de casas e que seria usuário de drogas. “Eu estou sendo preso de forma inocente, foi uma ‘casinha’ feita pelo pai da menina que queria usar drogas dentro do meu condomínio e eu não deixei, ai ele arrumou essa pra mim com a permissão da mãe da criança, inventando essa história mentirosa e caluniosa contra mim que sou uma pessoa de bem”, defende-se Cléber. (Dinho Santos).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo