Rio Maria quebra jejum de 17 anos e conquista o tri na Copa Sul Pará

Rio Maria, campeã 2017
Água Azul, vice-campeã

As seleções de Rio Maria e de Água Azul do Norte, fizeram no último domingo 10 de dezembro, a final da Copa Sul Pará de Seleções. O jogo aconteceu as 16 horas, no Estádio Aranhão, na cidade de Rio Maria.

Na partida de ida no último dia 3, no Estádio Beira Rio em Água Azul, as duas seleções, em um jogo eletrizante, empataram em 2×2, placar que não deu vantagem para nenhuma das equipes para a grande final.

Rio Maria, após 17 anos sem conquistar o título de campeão da competição, com uma seleção renovada buscando o tricampeonato, já Água Azul, montou um elenco sonhando em conquistar seu primeiro título.

Premiação de campeão

Como toda final, a partida começou muito disputada, Rio Maria com o apoio da torcida começou atacando, já Água Azul, não se intimidou e dava o troco com contra ataques rápidos, mas quem saiu na frente foi Rio Maria, em uma cobrança de falta pelo lado direito, a zaga de Água Azul falhou e no bate rebate a bola resvalou nas costa do atacante Fernandinho e enganou o goleiro e foi para no fundo da rede agua-azulense, mas como um balde de água fria para os rio-marienses, no final da primeira etapa, em uma bola cruzada veio na medida para o zagueiro de Água Azul marcar um golaço e empatar o jogo.

Na volta do intervalo, os jogadores já voltaram debaixo d’agua, o brilho do futebol apresentado na etapa inicial, foi apagado pela quantidade de chuva que caiu em Rio Maria, a qualidade em que a bola rolou nos primeiros 45 minutos, se transformou em chutão e muito risco para os jogadores, o Aranhão sem drenagem, dificultou o rendimento dos atletas.

Premiação de vice-campeão

Sem muitas opções, por conta das condições do gramado, os treinadores não arriscavam muito, até que, Elisvelton Pires, foi ousado, tirou sua maior esperança de gol, o atacante experiente Naldinho, para colocar o garoto meia Welissom, tudo já se encaminhava para uma decisão nas penalidades, quando foi marcada uma falta a favor dos donos da casa próximo ao círculo central, vários jogadores se aproximaram querendo fazer a cobrança, com muita personalidade o menino de apenas 17 anos, que tinha acabado de entrar no jogo, chegou com muita personalidade e chamou a responsabilidade. Welissom se preparou para a cobrança, ali era tudo ou nada, o tempo regulamentar já estava terminando, Welissom acertou um chute magistral no anglo do goleiro de Água Azul, marcando o que vai ficar na história do futebol de Rio Maria.

Festa rio-mariense

Sem tempo para nenhuma reação a delegação de Água Azul não acreditava no que estava vendo. No apito final, alegria, emoção e muita água se misturava no Aranhão. Rio Maria tricampeão do campeonato mais importante do interior paraense. Copa Extremo Sul Pará de Seleções 2017.

Com a presença de várias autoridades presentes a premiação foi entregue, com a presença do Presidente da FPF – Federação Paraense de Futebol, Adelcio Torres e de seu vice, Mauricio Bororo.

SEM COMENTÁRIO