Polícia

Rondon: Filho é condenado a mais de 66 anos de prisão por mandar matar o pai

Josiel acusado de mandar matar o próprio pai
Josiel acusado de mandar matar o próprio pai

Josiel Almeida, acusado de mandar matar o próprio pai, a madrasta e o irmão no município de Rondon do Pará em 2010, foi condenado a mais de 66 anos de prisão. A sentença foi informada à meia noite desta quinta-feira (31) pela juíza Ângela Alice Alves Tuma, titular do 3º Tribunal do Júri da Capital. O júri reconheceu ainda os policiais militares Humberto Lima Coelho e Carlos Alberto Lima Coelho como responsáveis pelo triplo homicídio.

O crime ocorreu na noite do dia 12 de fevereiro de 2010, na fazenda Graciosa, de propriedade da vítima Everaldino Vilas Boas, 53 anos, localizada no município de Rondon do Pará, distante 500 km de Belém. Além de Everaldino, sua mulher Rosa Amélia da Silva, 35 anos, e o filho do casal Jadson da Silva Almeida, 15 anos também foram assassinados a tiros. Eles estavam dentro do carro da família.

Josiel Almeida, acusado mandar matar o pai, foi condenado a 66 anos e oito meses de prisão. Os militares e também irmãos Humberto Lima Coelho e Carlos Alberto Coelho, acusados de serem os executores, foram condenados a 57 anos de prisão cada um, todos em regime fechado. (G1/PA. Pesquisa: Roserval Ramos).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo