Sargento PM que servia em Rio Maria morre em incêndio

O corpo do terceiro-sargento José Nazareno Barbosa Feio, pertencente ao 17º Batalhão de Polícia Militar com sede em Xinguara, e lotado em Rio Maria, foi encontrado na noite de ontem, quarta-feira, 9, carbonizado, entre o que restou da quitinete em que ele morava. O imóvel, localizado na Rua WE-69, no Conjunto Cidade Nova 7, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, foi atingido por incêndio. Os bombeiros foram chamados, mas, ao chegarem ao local, nada mas restava e foi feito apenas o trabalho de rescaldo.

Policial pode ter sido vítima de latrocínio

O prédio onde ficava a quitinete e uma borracharia, que funcionava na parte de baixo, pertencia ao policial militar. Nesta quinta-feira, 10, o local passará por perícia do Corpo de Bombeiros. Os restos mortais de José Nazareno foram removidos para o Instituto Médico Legal para necropsia. A polícia acredita que o policial militar tenha sido vítima de latrocínio – roubo seguido de assassinato -, mas só as investigações é que podem confirmar ou não essa hipótese.

Colega do sargento posta Nota de Pesar e também fala em latrocínio

Em Nota de Pesar postada nas redes sociais o segundo-sargento Sílvio, comandante do 84º Posto Destacado de Polícia Militar, em Rio Maria, lamenta profundamente o desaparecimento do sargento José Nazareno Barbosa e afirma que o colega de farda “provavelmente foi vítima de um latrocínio cometido por elementos que frequentavam sua residência”. Destaca que N. Barbosa – nome de guerra – estava trabalhando em Rio Maria havia quatro anos, combatendo a criminalidade e “sempre foi um militar exemplar”.

“Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor. Que a luz e o amor divino pairem sobre a alma de quem sofre esta imensurável perda, e os console e lhes dê serenidade para atravessar esta tempestade. A Deus pedimos também que dê ao nosso amigo o merecido repouso eterno em seu reino. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames”, diz a Nota.

Fonte: João Carlos

SEM COMENTÁRIO