Secretária de Saúde de Xinguara diz que o atendimento médico nos Distritos esta dentro do padrão do Programa Mais Médico

Na manhã dessa terça-feira 10, um áudio de morador do Distrito São José do Araguaia, gerou um debate sobre a saúde pública de Xinguara. Isso chamou a nossa atenção, por isso fomos à busca de mais informações.

Segundo o morador em seu áudio, o atendimento odontológico não esta funcionando corretamente no distrito. Segundo ele para marcar uma consulta com dentista é preciso acordar às 4 da manhã e às vezes ainda não consegue marcar.

Nossa equipe procurou a secretária de saúde Janaína Pereira, para falar sobre o atendimento médico nos distritos e saber se o morador tem razão quando gravou o áudio.

Janaína disse em entrevista ao site que: “o médico atende de segunda a quinta conforme as determinações do programa mais médico, pois na sexta o programa exige que o médico estude e se atualize”.

Sobre a fila:

“Não temos esse protocolo de pedir para o paciente ir 4 horas para marcar consulta, o horário para pegar ficha é 7 horas da manhã. O dentista Dr. Nonato, atende uma semana no Distrito São José de Araguaia, sem limites de atendimentos, ele atende entre 40 e 50 pessoas por dia e ainda temos o atendimento do Dr. Batista aos sábados que atende 30 pacientes, ou seja,  realizamos 320 procedimentos odontológicos por mês na São José. Estamos atingindo a cota estabelecida pelo Ministério da Saúde – MS, do programa saúde bucal em postos de saúde, na zona urbana é justamente esse total de procedimentos que são realizados. Sobre a fila, não concordamos com essa realidade, já explicamos varias vezes para a população que não precisa ir de madrugada, mas é opção deles. Pois o dentista vai atender da mesma forma , o Dr. Nonato atende em 5 dias, o que atenderia em 30 dias, e de forma humanizada e resolutiva, nunca tive uma reclamação do profissional, ele não atende apenas 8 horas por dia conforme a carga horária estabelecida pelo programa da atenção básica, atende 12, 14 horas para compensar” afirma a secretária.

Janaína disse ainda que, o total de atendimentos dos profissionais médicos e odontológico é o mesmo das unidades da cidade. “Infelizmente a demanda da saúde é infinita, cresce a cada dia, inclusive o Distrito São José tem suas particularidades, pois atendemos as fazendas e outros municípios circunvizinhos que fazem divisa, incluído alguns municípios do Tocantins” disse ela.

Janaína explicou, “estamos dentro da meta exigida pelo programa, a produção é feita todos os meses e inseridas no sistema, por isso recebemos o recurso, ao contrário já teria sido cortado o repasse dessa unidade, a nossa preocupação com usuário do SUS é grandiosa, ele é o cliente e nossa gestão tem trabalhado para atende-lo da melhor forma possível, já estive varias vezes conversando com a população sobre o atendimento do Dr. Nonato e Dr. Batista, a aprovação deles é unânime,  pedem para gente não tirar o atendimento deles , para colocarmos outro fixo todos os dias, pois o tratamento odontológico deles é resolutivo, por cima atende o números de fichas exigidas pelo programa. Mas nossa gestão trabalha ouvindo a população local, se eles optarem por tirarmos os 2 profissionais que atende da mesma forma que um profissional que faz a carga horária de todos os dias, iremos sim atende o anseio da comunidade. Estamos aqui para dialogar e resolver, só lembrando que devo cumprir o que a saúde bucal determina, com a quantidade exigida de procedimentos. Infelizmente o sistema é burocrático e temos que cumprir o que o Ministério da Saúde exige”, pontuou.

Ao final da entrevista a secretária Janaína deixou uma proposta em aberto. “Proponho uma audiência pública nos Distritos de São José do Araguaia e Rio Vermelho para escutar a população e eles decidirem sobre a opção dos profissionais”.

SEM COMENTÁRIO