Sessão que vota a cassação do prefeito de Jacundá acontece nessa sexta, 22

O destino do prefeito de Jacundá, José Martins Melo Filho, (PMDB), será definido hoje, está marcada para esta sexta-feira (22) na Câmara Municipal de Jacundá, a votação que irá definir pela cassação ou não do prefeito José Martins. Acusado de superfaturamento de compras da prefeitura e não prestação de contas no portal de transparência do município, ele foi afastado duas vezes só este ano. O prefeito nega envolvimento em qualquer tipo de crime. Nesta semana, uma operação da polícia investigou três vereadores suspeitos de receber propina para votar contra a cassação do prefeito.

O gestor diz não ter nenhum envolvimento com qualquer tipo de crime. Em uma operação realizada pela polícia essa, três vereadores foram investigados suspeitos de ter recebido propina para votar a favor da permanência do prefeito.

A suspeita é de que eles tenham recebido R$ 30 mil, cada um, em troca dos votos. Durante a ação, os vereadores foram conduzidos até a delegacia para prestar depoimento, mas não foram presos.

Em nota, o advogado dos três vereadores informou que eles prestaram depoimento apenas como testemunhas em um inquérito que não tem qualquer relação com a votação desta sexta-feira. Eles negam qualquer participação no caso de compra de votos.

Com informação do G1/PA

SEM COMENTÁRIO