Esporte

Só restam oito equipes na briga pelo titulo da primeira divisão do futsal em Xinguara

O campeonato municipal da primeira divisão de futsal Yamaha 2013, está se afunilando a última rodada da primeira fase aconteceu ontem segunda-feira (16), no Ginásio municipal. Com a rodada de ontem ficou definido os oito clubes que vão brigar por uma vaga nas semifinais, serão quatro jogos, Hipertensão enfrenta a Arauto e Juliana Confecções joga com Sampaio Correia nesta terça-feira (17) e Pânicos e Serve Mais e Escritório Beerna contra Brasil Motos quarta-feira (18).

No feminino já começa as semifinais, a equipe Z-Bike disputa uma das vagas contra a equipe Aliança e a outra vaga será disputada entre Top 10 e Nova Geração, os vencedores desses confrontos vão fazer a final feminina. Uma semifinal acontece nesta terça-feira e a outra na quarta-feira.

Como nem tudo neste pais é perfeito, era de se estranhar que ainda não tivesse acontecido nem uma alteração na competição, mas para que não passasse em branco, ontem aconteceu um absurdo no entre jogo Pânicos e Brasil Motos. O jogador Regilon, atleta do Pânicos tentou fazer uma jogada de voleio e cometeu uma falta passiva de cartão amarelo contra o jogador William, na jogada Regilon caiu ao solo da quadra e William agrediu o jogador com um chute nas costas.

O Árbitro José Carlos Junior, havia marcado a falta e se encaminhava para aplicar o cartão amarelo para Regilon, momento em que viu a agressão e corretamente expulsou William do jogo, William já estava fora da quadra quando viu Regilon recebendo corretamente o cartão amarelo, William não gostou e retornou para a quadra e covardemente atingiu Regilon com um soco no olho esquerdo que inchou na hora.

De acordo com o regulamento da competição, William deve sofrer uma punição de no mínimo um ano de suspensão. No ARTIGO 12º do regulamento diz o seguinte: O atleta ou dirigente de equipe que for expulso e após a mesma agredir verbalmente ou manualmente os Árbitros ou membros da comissão organizadora, serão punidos com suspensão de seis meses a dois anos de qualquer evento realizado ou que tenha o apoio da SEMEL. (Lembrando que cada tipo de agressão terá sua punição julgada e executada através do representante legal da SEMEL).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo