Sucessor de Dorothy Stang, padre Amaro Lopes é preso em Anapu

(Foto: Lalo de Almeida)

Na manhã desta terça-feira (27), a Polícia Civil prendeu de forma preventiva o Padre José Amaro Lopes da Silva, do município de Anapu, sudoeste paraense. Ele é considerado o “sucessor” de Dorothy Stang na região.

A prisão de Amaro é resultado de inquérito policial no qual o padre foi indiciado pelos crimes de extorsão, ameaça, esbulho possessório e assédio sexual, informou a Polícia Civil. O preso foi transferido de Anapu para Altamira, para ficar recolhido no presídio local à disposição da Justiça.

Trajetória de polêmicas

Em 10 de dezembro 2015, o Financial Times, dos Estados Unidos, já havia publicado uma reportagem destacando a ação do padre na luta contra fazendeiros e posseiros no local.

Na matéria, também publicada no portal Mídia Amazônia, foi citada ainda a informação de que o padre seria vítima de uma campanha de difamação para diminuir sua ação no local.

Em janeiro deste ano, o motorista identificado como “Cláudio”, que seria da Pastoral da Terra e condutor particular de Padre Amaro, foi preso por porte de arma.

(DOL)

SEM COMENTÁRIO