JustiçaNotícias

Suspeitas de fraude, vereadora e chefe de gabinete são obrigadas a devolver R$ 40 mil aos cofres de Parauapebas

Uma decisão da Justiça obrigou, nesta segunda-feira (5), a vereadora de Parauabepas, sudeste do Pará, Francisca Ciza (DEM) e sua ex-chefe de gabinete, Erinelda Maria Muniz Cardoso, a devolverem cerca de R$ 40 mil aos cofres públicos municipais. Ambas são alvo de uma ação civil pública do Ministério Público do Pará (MPPA) investigadas por improbidade administrativa.

De acordo com a denúncia, a vereadora e a ex-chefe de gabinete, que também eram professoras, são suspeitas de fraudar as folhas de ponto de escolas da rede pública para receber, simultaneamente, o salário da Câmara Municipal e outro da Prefeitura. Segundo denúncias, elas assinavam diariamente o ponto nas escolas para receber salário como docentes.

Em agosto de 2017, o Conselho de Ética da Câmara inocentou a parlamentar da acusação. Com a decisão da Justiça, a partir deste mês de março as investigadas devem ter mensalmente 30% do salário descontados e o dinheiro vai diretamente para uma conta judicial.

(G1/PA) 

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo