Polícia

Suspeitos de sequestrar e matar Deivd foram levados para Marabá

Jorge Xavier da Silva Filho
Jorge Xavier da Silva Filho

Na quinta-feira 21, a polícia civil da Superintendência Regional do Sul Paraense – SRSP, com apoio da Superintendência Regional do Alto Xingu – SRAX e do grupamento tático da Policia Militar de Xinguara, cumpriu dois mandados de prisão temporária expedida pelo Juíz da Comarca de Curionópolis, em desfavor dos supostos autores do sequestro de Deivd Pereira de Freitas, ocorrido no dia 14 de janeiro de 2016, na cidade de Eldorado dos Carajás.

A diligência foi realizada pela manhã de ontem, na antiga Fazenda Escalada, área de invasão por parte de trabalhadores rurais sem terras, localizada na Zona Rural do Município de Rio Maria, distante há aproximadamente 200 Km da cidade de Eldorado dos Carajás. Os dois suspeitos foram presos, Jorge Xavier da Silva Filho, de 20 anos, e do seu comparsa, um adolescente de 17 anos de idade.

No momento das prisões, Jorge Xavier da Silva Filho, portava em sua cintura uma arma de fogo tipo Pistola calibre .40, com a numeração raspada, razão pela qual foi autuado pela prática do crime de porte ilegal de arma, previsto no art. 16 da Lei 10.826/2003.

Segundo a polícia civil de Redenção, devido a comoção e repercussão que o sequestro ocasionou na população da cidade de Eldorado dos Carajás, aconteceu interdição da rodovia BR 155 e depredação/destruição de patrimônio de particulares, por motivo de segurança a polícia civil daquela unidade, com o apoio do Grupo Tático Operacional – GTO de Parauapebas e da Polícia Rodoviária Federal – PRF, tiveram que escoltar os supostos autores do sequestro até a cidade de Marabá, a fim de garantirem a preservação da integridades físicas dos acusados.

Ao serem ouvidos na Superintendência Regional do Sudeste do Pará, tanto o autuado como o adolescente, confessaram a prática do sequestro, assassinato e ocultação de cadáver, confessaram ainda que atearam fogo dentro de uma cova rasa, com o corpo de Jorge Xavier da Silva Filho dentro, eles apontaram o local onde o mesmo se encontrava escondido.

Os acusados alegaram que sequestraram Devid com aquiescência e promessa de pagamento de José Leandro Costa Feitosa, proprietário do Posto de Gasolina Shell, localizado na BR 155, na saída de Eldorado em direção a Xinguara, que queria demonstrar que a vítima estaria envolvida em um assalto ocorrida no citado posto semanas atrás, onde foi subtraído aproximadamente 100 mil reais.

O proprietário do posto ainda teria fornecido o veículo que foi utilizado para sequestrar a vítima. Os restos mortais de Deivd Pereira de Freitas foram encaminhados ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves para realização de perícia e possível identificação, a qual somente deverá ocorrer mediante a realização de exame de DNA. (Com informação da Polícia Civil de Redenção).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo