Polícia

Vereador de Rio Maria ameaça de morte Conselheiro Tutela

Vereador acusado de espancar menor, agora ameaça de morte Conselheiro Tutelar 

Gutemberg Santana - Conselheiro Tutelar
Gutemberg Santana – Conselheiro Tutelar

O Conselheiro Tutelar da cidade de Rio Maria Gutemberg Santana de Sousa, compareceu na Delegacia de Polícia Civil, daquela cidade na última quarta-feira (09), para registrar um B.O, Boletim de Ocorrência contra um vereador do (PDT), da Câmara de Rio Maria. No boletim de numero 00215/2013.002358-06, Gutemberg relatou que está sofrendo ameaça de morte, ameaça essa, que vem sendo feita pelo Vereador Silvestre Oliveira Sousa.

Gutemberg falou com nossa equipe de reportagem por telefone e disse que o vereador Silvestre do (PDT), vem perseguindo ele desde setembro desse ano. Tudo começou porque o Conselho Tutelar de Rio Maria, começou apurar uma denuncia contra o vereador, o parlamentar foi denunciado por estar tendo um caso amoroso, com uma menor de 17 anos. Enquanto Gutemberg fala com nossa equipe, ele disse que as ameças são do tipo: vou matar você e a família dela, porque ninguém vale nada.

Vereador Silvestre Oliveira Sousa
Vereador Silvestre Oliveira Sousa

O vereador Silvestre Oliveira Sousa (PDT), foi preso no último dia (05) de outubro, acusado de espancar e mantido em cárcere privado dita uma menor, L.S.S, de 17 anos de idade, a qual ele vinha tendo um romance. Ele ficou preso do dia (05) até o dia (08), e só foi solto depois que pagou uma fiança de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). A fiança deu o direito de o vereador responder o processo em liberdade.

No Boletim de Ocorrência Policial, 00215/2013.002358-06, o Conselheiro Tutelar Gutemberg, relatou que no dia 04 de setembro de 2013, o Conselho Tutelar de Rio Maria recebeu a denuncia através do disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos de Brasília – DF. A denuncia foi comunicada a Promotoria de Justiça e o promotor de Justiça, Dr. Ramon determinou que a denuncia fosse averiguada para que fosse apurado as veracidades dos fatos, onde o vereador Silvestre Oliveira, era acusado de se aproveitar da vulnerabilidade da menor L.S.S, de 17 anos, a qual seria a sua amante e ele a teria agredido fisicamente. O que resultou na prisão do parlamentar. (Correspondente em Rio Maria – Isnaldo Alves).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo