EducaçãoEntretenimento

Vereadores de Xinguara aprovaram revisão salarial de 4% para os trabalhadores em educação

Por Roserval Ramos

DSC_0186 [1600x1200]Aconteceu uma Sessão Extraordinária na Câmara de Vereador de Xinguara na manhã desta terça-feira 27 de maio, onde a pauta da sessão era a votação em caráter de urgência a aprovação da revisão salarial de 4% aos professores da rede pública municipal, que devera ser pago pelo Governo Municipal, retroativamente a diferença salarial referente há 05 meses, ou seja, do mês de janeiro ate maio de 2014. A diferença salarial devera ser pago em uma única parcela, na folha de pagamento do mês de junho.

Com a plenária superlotada de servidores público, a sessão começou as 09:00h da manhã, a questão de urgência foi votado e aprovado pela maioria dos Vereadores, como também foi aprovado os 4% da revisão salarial.

DSC_0181 [1600x1200]Com a ausência do vereador Adair Marinho na sessão foram 08 votos a favor e 04 votos contra a aprovação do projeto de lei 19/2014, do Poder Executivo. Os vereadores Cícero de Almeida (Cíção) do PSB, Cláudio Marques do PT, Luiz da Saúde do PC do B e Iraci da Saúde do PT, alegando que em fevereiro de 2014 o Prefeito deu um aumento salarial de 5,56% para o funcionalismo público, exto a educação, votaram contra o projeto apresentado, os vereadores contrários à maioria defendeu a tese de que seria justo dar o mesmo reajuste aos trabalhadores da educação.

DSC_0151 [1600x1200]O que se entendeu na sessão é de que com a aprovação da revisão salarial de 4%, os professores que estão em greve voltem ao trabalho, mas na verdade a sessão não tem absolutamente nada com a greve dos professores que já dura mais de 40 dias, onde os grevistas reivindicam um reajuste de 10,4%.

O Governo que não estava amparado legalmente por ter dado um reajuste de 4%, agora com a aprovação da maioria dos vereadores o aumento passa ser legal. O que não quer dizer que a greve chega ao final, para os Trabalhadores em Educação Pública filiados ao SINTEPP, em quanto a greve for mantida legal pela Justiça a classe continua reivindicando seus direitos.

DSC_0155 [1600x1200]DSC_0158 [1600x1200]DSC_0168 [1600x1200]DSC_0165 [1600x1200]DSC_0164 [1600x1200]DSC_0163 [1600x1200]

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar