EducaçãoNotícias

Xinguara: em fase de conclusão prédio da Unifesspa deve ser inaugurado em Outubro

A Unifesspa aguarda a liberação de novas vagas para efetivar a ampliação do quadro de professores e técnicos da Universidade.

A deputada Júlia Marinho (PSC) em visita a obra da Unifesspa com o prefeito de Xinguara, Osvaldinho Assunção e o secretário de educação, Vilmones da Silva.

O sonho da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará em Xinguara (Unifesspa) consolida-se a cada dia, isso porque, já há três turmas cursando licenciatura e a obra do novo prédio está em fase de conclusão.
A ordem de serviço para a construção do novo Campus na cidade foi assinada em dezembro de 2014, e a obra iniciada no ano seguinte.
Com um investimento de mais de R$ 4,2 milhões o prédio conta com quatro pavimentos, incluindo biblioteca, área de convivência, salas administrativas, laboratório e salas de aula e oferecerá ampla estrutura para os alunos e servidores.
No Campus de Xinguara, serão ofertados além de História os cursos de Medicina Veterinária, Zootecnia e Geografia, todos já aprovados pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com o reitor da Unifesspa, professor Dr. Maurílio Monteiro, o prédio será entregue no próximo mês de outubro.
Segundo o reitor, a dificuldade para amplição das atividades está na demora na liberação de vagas que possibilitará a ampliação do quadro de servidores efetivos do campus. Isto só depende agora de portaria do ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira. A completa implantação do curso de Medicina Veterinária necessita da contratação de pelo menos 15 novos professores e 10 técnicos administrativos. Para o curso de Zootecnia, são necessários mais 15 professores e sete técnicos para compor o quadro de servidores.
Segundo o reitor, a bancada de senadores e deputados federais do Pará esta articulando agenda com o ministro com a finalidade de cobrar a promessa de que seriam liberadas as vagas assim que o MEC efetivasse a solicitação. “Em junho, O MEC já encaminhou ao ministro Dyogo, a solicitação para a liberação das novas vagas. Logo que isso aconteça iremos iniciar o processo de seleção para o preenchimento das vagas para os cursos já autorizados pelo MEC” afirmou Maurílio.
O reitor afirmou ainda que após a inauguração deste novo prédio da Unifesspa será iniciado o processo de licitação para construção da clínica veterinária, que será realizada em três etapas, totalizando cerca de R$ 7 milhões. Até a conclusão da obra que devem iniciar em 2018, as atividades da clínica serão realizadas em salas provisórias no próprio Campus.
Em visita a Xinguara na última sexta-feira (15), a deputada federal Júlia Marinho (PSC), esteve na obra da Unifesspa acompanhada do prefeito Osvaldinho Assunção e do secretário de Educação, Vilmones da Silva. Durante a visita a deputada reafirmou o seu compromisso de, juntamente com à bancada paraense, cobrar do Ministério de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a imediata liberação das vagas que permitirão a tão esperada contratação dos novos servidores da Unifesspa.

Fonte: Conexão Pará

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar