Polícia

Xinguara: Mulher é presa em flagrante após furtar residência

Acusada
Acusada

Uma guarnição da Polícia Militar sob o comando do SGT/ PM, J. Souza foi acionada via 190 por volta de 11:41h, para atender uma ocorrência de furto na Rua da Chácara numero 17, no Setor Chácara em Xinguara. A guarnição saiu em diligencia e ao chegar ao local informado, os policiais encontrou a acusada Eleide Andrea Santos Lima de 31 anos de idade dentro da residência e a prisão foi efetuada.

No memento da prisão, Eleide Andrea, foi acusada pela dona Divina de Jesus França, proprietária da residência, de furtar do interior da casa uma quantia em dinheiro de 1.050,00 R$ (mil e cinquenta reais), só que a quantia recuperada foi apenas de 700,00 R$ (setecentos reais), a própria acusada afirmou que devolveu todo dinheiro que havia subtraído da casa.

SGT/PM J.Souza preenchendo a ficha de apresentação da acusada
SGT/PM J. Souza preenchendo a ficha de apresentação da acusada

Como a vitima Divina de Jesus França, afirmava que o dinheiro não teria sido devolvido todo, os policiais revistaram a acusada, mas não encontrou mais nada com ela. Após a acusada ser apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Xinguara, o SGT/PM, J. Souza disse que a conduzida já uma velha conhecida da Polícia, já teve varias passagens por furto, inclusive já esteve presa no CRR Centro de Recuperação de Redenção. J. Souza disse que Eleide é usuária de DROGAS, e por isso pratica furtos para comprar INTORPECENTES. A própria Eleide disse que não agride suas vitimas e nem arromba residências, mas se facilitar para ela, ai sim ela entra e furta mesmo, “essa é a maneira mais fácil de conseguir grana para comprar minha DROGA”. Disse Eleide Andrea.

No momento em que o policial militar preenchia a ficha de apresentação, Eleide se mostrava preocupada, segundo ela mesma, dessa vez a justiça deve sentencia-la no mínimo em uns cinco anos de prisão, por ter varias passagens pelo mesmo delito.

Produto do furto
Produto do furto

O Delegado de plantão José Orimaldo, vai ouvir as partes envolvidas no caso e se a vitima após ser ouvida permanecer com a acusação, será lavrado o flagrante contra a acusada e a mesma ficará a disposição da Justiça. (Texto e Fotos: Roserval Ramos)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar