Xinguara tem uma mulher que entra para história do município, mas pode assumir novos desafios

A cada dia cresce democraticamente a participação da classe feminina no cenário político, fato que amplia a presença da mulher na vida pública, o que pode ser considerado como uma conquista nos tempos recentes e de valorização do seu potencial.

Esse reconhecimento, se assim podemos dizer, ainda não é algo tão consolidado, porém, já bastante avançada demonstração de sua capacidade, a mulher, antes desprezada por completo para estar entre os homens disputando espaço público, agora já pode celebrar não apenas simbolicamente, mas, de fato.

Se assim pode ser considerado, então já existem inúmeras referencias no campo político em todos os cargos e funções públicas, em todas as esferas de governo, bem como no setor privado, isso ainda é tido como desafio.

Janaína Pereira é a presidente do (Partido Social Democrático PSD Xinguara) e tem seu nome lançado como pré-candidata a prefeita

Para se ter ideia, a composição no legislativo brasileiro, em todas as casas de leis, é inferior a sua representação, proporcional ao número de mulheres no país, que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas – IBGE, no Censo de 2010 apresentou que havia 3.941.819 de mulheres a mais do que homens no Brasil – 97.348.809 contra 93.406.990 do sexo masculino (95,9 homens para cada 100 mulheres). Os números representam um aumento da representação feminina em comparação com a década anterior. No Censo realizado em 2000, a relação era de 96,9 homens para cada 100 mulheres.

Representatividade é a palavra predominante no que se refere a confirmação dessas conquistas, onde as mulheres aparecem em crescente e favorável momento de ocupação espaços e consolidação da ideia de empoderamento feminino.

Esse feito, poderia até passar despercebido, se desconsiderarmos apenas numericamente. Entretanto, é preciso considerar a parte em que trata-se de pessoa do gênero feminino capaz de ser e estar presente, e de forma autentica, participante dos atos políticos, bem como daqueles compõem a dinâmica da sociedade.

Para citar como exemplo de mulher na vida pública, em Xinguara a secretária municipal de Saúde, Janaína Pereira, chegou ao cargo depois de ter ocupado a direção do hospital municipal, onde fez uma administração exemplar.

Agora, Janaína, já considerada uma pessoa pública, segue sua trajetória com aprovação de seu trabalho se estendendo à indicação de possível sucessora do prefeito Osvaldinho Assunção, de quem recebeu a oportunidade e a confiança de ocupar um cargo no seu governo desde o início, em 2013.

Responsabilidade com a gestão pública da saúde, em Xinguara, associa-se ao seu nome, fazendo jus a confiança da população ao seu trabalho que, merecidamente, tem retribuído a ela com carinho, pela maneira como tem conduzido os serviços de saúde do município.

Além disso, Janaína vem demonstrando habilidades à medida que precisa recorrer às autoridades estaduais ou federais, principalmente quando o assunto é captar recursos para manter a qualidade do atendimento da saúde em Xinguara.

Diante de tamanha responsabilidade, suas experiências vão lhe tornando cada vez mais preparada para novos desafios, mostrando-se capaz de atender as expectativas daqueles que apostam na sua capacidade.

Assim, é possível dizer que a secretária Janaína Pereira é uma pessoa que já deixou a sua marca na vida pública de Xinguara, como também é possível imaginar ela ocupando outro cargo para novos desafios. Sim, isso é possível.

Galeria: Imagens comprovam o bom relacionamento de Janaína com parlamentares.

 

SEM COMENTÁRIO