Justiça

Jarbas Vasconcelos presidente da Seccional da OAB Pará esteve em Xinguara para apoiar os colegas

A OAB informou que a correição que estava marcada para está segunda-feira (05), foi adiada para o próximo dia 12 de maio. Os trabalhos do CNJ foram adiados por problemas estruturais.

Dr. Jarbas Vasconcelos presidente da Seccional da OAB Pará
Dr. Jarbas Vasconcelos presidente da Seccional da OAB Pará

O CNJ – Conselho Nacional de Justiça vai realizar uma correição no Fórum de Xinguara, atendendo um pedido da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Pará, o CNJ determinou uma correição na comarca, onde pesa denuncias contra o Juiz de direito José Admilson Borges.

Por determinação do CNJ, O Juiz de direito do Estado do Paraná Dr. Pedro Sanson da corregedoria, foi designado para conduzir os trabalhos. A correição acontece para apurar algumas denuncias formuladas por advogados da OAB Subseção Xinguara, contra o magistrado José Amilson Borges. Por este motivo o presidente da Seccional da OAB Pará, Dr. Jarbas Vasconcelos veio até a comarca de Xinguara prestar apoio aos colegas de profissão e dar esclarecimento a população em geral.

Em entrevista a nossa equipe Dr. Jarbas Vasconcelos, disse que veio para dizer a sociedade xinguarense, para todo e qualquer cidadão ou cidadã, que tenha alguma reclamação a fazer contra o Juiz José Admilson, que faça ao Juiz corregedor do Conselho Nacional de Justiça, que estará em Xinguara fazendo inspeção, inspeção está requerida pela OAB. O presidente Jarbas Vasconcelos disse que o CNJ, não está apurando processo de A ou B, apenas está verificando uma conduta ética, equilibrada do Juiz José Admilson, na condução do exercício do seu cargo, se ele não foi imparcial, se ele prejudicou alguém, se deu uma decisão que favoreceu uma parte em detrimento da outra, privilegiou advogados, se tem qualquer tipo de corrupção que comprometa sua integridade, a hora de falar é agora.

Advogados conversando com o presidente da Seccional
Advogados conversando com o presidente da Seccional

A OAB cumpre seu papel, trazendo uma inspeção do CNJ aqui em Xinguara, mais a Ordem dos Advogados do Brasil não é investigador muito menos delegado e de Polícia, cabe a quem foi prejudicado ir até a corregedoria falar agora, ou não falar nunca mais, inclusive para a OAB, ai é um cale para sempre. Mas aquele colega ou cidadão que queira ir falar bem dos acertos do Juiz José Admilson, que vão, mas levem ao CNJ, informações relevantes, que não faça o Conselho Nacional de Justiça perder tempo verificando processos que não tem fundamentos para o fim que eles estão em Xinguara, que é verificar a conduta funcional do magistrado José Admilson Borges.  Disse Jarbas Vasconcelos.

A OAB tem uma representação contra este magistrado e também ira se manifestar, não só nessa inspeção, mais também em outros momentos. Eu digo aos colegas, o advogado tem um compromisso com o juramento que é feito quando recebe sua credencial, que é a carteira de advogado, de não recear as autoridades esteja ela no exercício do poder, ou seja, dona do poder econômico, o advogado não pode recear a autoridade. Isso significa que faço aqui um apelo aos colegas que corresponda todas as expectativas que toda sociedade tem neles, de não ter medo de falar, a OAB, está aqui para garantir o direito de cada um de dizer a verdade para que a Justiça aperfeiçoe e seja cada dia melhor feito, esse é o compromisso de todos os advogados que juramos com a sociedade Brasileira. Afirmou o presidente da Seccional da OAB Pará.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo