Polícia

Acidente entre camionete e caminhão boiadeiro deixa uma vitima fatal na PA 279 próximo a Xinguara no Pará

Por Roserval Ramos e Edmar Brito

Na última terça-feira (24), por volta das 22:00h, uma camionete Hilux prata de placa OMM – 9410 de Xinguara, que estava sendo conduzida pelo fazendeiro Galdino Alves de Oliveira de 74 anos de idade, conhecido popularmente na região pelo apelido de “TUCHA” bateu na traseira de um caminhão tipo gaiola de placa JJC – 1485 de Tucumã. O acidente aconteceu na PA 279 a 25 km de Xinguara próximo o rio caracol.

O fazendeiro não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Além de Tucha, estava na camionete o jovem William do Nascimento Ferreira de 18 anos de idade, funcionário de uma oficina de bombas injetoras, William ficou gravemente ferido e foi encaminhado para o Hospital Regional de Redenção.

De acordo com as informações colhidas, Tucha vinha de uma Fazenda de sua propriedade que fica na região do distrito Taboca em São Felix do Xingu, para outra propriedade rural da família que a 10 km de Xinguara. A pouco de chegar ao destino colidiu na traseira do caminhão que estava parado na pista em local não apropriado.

O IPC de Policia Civil da DEPOL de Xinguara, Silvio André, esteve no local do acidente para fazer os primeiros levantamento de investigação do acidente e liberar o corpo para os tramites legais, que após ser liberado a Funerária Pax Brasil fez a remoção do corpo e levou para Xinguara, onde foi preparado e entregue para a família realizar o velório. O corpo do fazendeiro vai ser sepultado no cemitério municipal de Xinguara, o horário não informado, mas provavelmente acorrera na quinta-feira (26).

O policial Silvio André disse que o caminhão que provocou o acidente, estava puxando outro caminhão, uma primeira camionete que trafegava no mesmo sentido bateu na lateral do caminhão que estava sendo rebocado, fazendo com que o mesmo se desprendesse do reboque e saísse da pista. Momento em que o caminhão que puxava o outro parou no meio da estrada provocando a colisão com a camionete do fazendeiro.

Com a violência do choque, parte das ferragens da camionete ficou agarrada na traseira do caminhão. Quando a Policia chegou ao local do acidente, o corpo do fazendeiro que morreu na hora da colisão permanecia dentro da Hilux. O senhor “Tucha” tinha como esposa a senhora Nair Dias de Oliveira, com quem teve quatro filhos. Por ser uma pessoa muito conhecida, sua morte deixou Xinguara bastante abalada, causando muita tristeza a sociedade.

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo