NotíciasPolícia

Quadrilha tenta assaltar agencia bancária no Maranhão e 11 pessoas são presas entre os presos um homem de Xinguara

d7342731-34e2-4ffa-ab74-88358f18b366Uma quadrilha tentou assaltar a agência do Banco do Brasil de Fortaleza dos Nogueiras no Maranhão e 11 integrantes da organização criminosa suspeitos de participar da tentativa de assaltos foram presos em Balsas – MA. Com os suspeitos considerados de alta periculosidade e acuados de assaltar agências bancárias em vários Estados, a Polícia apreendeu um verdadeiro arsenal de armas de groso calibre e muitas munições e uma caminhonete Hilux com registro de roubo, usada pela quadrilha foi recuperada.

Comandante do 4º BPM/PM de Balsas, Juarez Medeiros
Comandante do 4º BPM/PM de Balsas, Juarez Medeiros

Os 11 suspeitos presos são de varias cidades diferentes, como, Araguaína – TO, Marabá – PA, Goiânia – GO e Manoel Novo – MA. A operação realizada pela Polícia Militar de Balsas, contou com apoio da Polícia Civil de Balsas e da PM de São Luiz. O comandante do 4º BPM/PM de Balsas, Juarez Medeiros falou com a imprensa e detalhou como a quadrilha foi localizada, “uma parte dessa quadrilha havia chegado em Manoel Novo por volta das duas horas da manhã, passamos a fazer alguns levantamentos, colocamos alguns informantes e junto com a Polícia Civil nessa operação conjunta localizamos onde os suspeitos estavam escondidos, decidimos adentrar em uma das residências e lá prendemos 4 suspeitos, inclusive o dono da casa, que segundo os demais foi quem contratou a quadrilha, como sabíamos que em uma outra residência estaria escondido parte do bando, fomos até ao referido endereço e lá prendemos o restante dos assaltantes, entre eles o dono da casa que já tinha sido preso por acusado de explodir a agência do Bradesco da cidade de Feira Nova – MA. Após a prisão os acusados resolveram contar onde estava as armas e a Hilux usada por eles”, afirma o comandante.

As armas estavam enterradas enroladas em lona preta, mas não na chácara onde a Polícia suspeitava e sim do outro lado do Rio Balsas, local distante da cidade, a caminhonete estava escondida em um matagal coberta como uma lona a 90 Km da sede do município de Balsas.

Romero Vieira Pacheco
Romero Vieira Pacheco

Um dos integrantes dessa quadrilha estava sendo monitorado pela Polícia Civil do Pará, Romero Vieira Pacheco, de 33 anos de idade estava morando na cidade de Xinguara no Pará e para despistar e não levantar suspeitas, Romero abriu uma distribuidora de bebida em Xinguara, mas na verdade, ele pouco ficava no comercio que ficava aos cuidados da esposa e de um sobrinho. O delegado Antônio Miranda, chefe da Superintendência do Araguaia Paraense da Polícia Civil, com sede em Redenção, falou com nossa reportagem e afirma que a quadrilha que foi presa em Balsas é a mesma que vinha assaltando produtos químicos de fazendas na região de Redenção e Santana do Araguaia no sul do Pará.

24Romero Vieira Pacheco seria preso em Xinguara, mas no dia que aconteceria sua prisão, ele viajou para Balsas na noite anterior, quando a Polícia chegou a casa onde Romero morava, apenas sua esposa e um sobrinho estavam no interior da residência, os dois foram presos e encaminhados para a Delegacia de Xinguara e apresentados a autoridade policial, no quarto da esposa de Romero, a Polícia aprendeu um revolver com a numeração raspada e o sobrinho usava documentos falsos, os dois foram liberados na audiência de custodia.

Como Romero estava sendo monitorado, a prisão da esposa e do sobrinho não foi divulgada. Romero seria o homem que providenciava o armamento usado nas ações da quadrilha e fazia os levantamentos para os assaltos. O delegado Miranda disse que as duas cargas roubadas pelo bando foi recuperada.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo